O Crea/PI utiliza duas formas de fiscalização, orientativa ou preventiva, que é praticada no sentido de orientar e informar aos profissionais e empresas, criando condições para que a situação seja regularizada sem punições.

A outra fiscalização é punitiva, utilizada quando se esgotaram as possibilidades de orientação e negociação. Inicia-se com a aplicação de multa.

Para o Crea/PI a fiscalização é extremamente necessária, pois beneficia tanto os profissionais fiscalizados, quanto a sociedade que utiliza esses serviços.

Ao efetuar a fiscalização do exercício profissional, os CREAS impedem a atuação de leigos, garantindo a atuação no mercado de trabalho para os profissionais legalmente habilitados. Para a comunidade, a atuação do CREA significa segurança e qualidade nas obras e serviços prestados.