Conselheiros do Confea participam do 21º Conest

O 21º  Congresso Nacional de Engenharia de Segurança do Trabalho (Conest), realizado de 06 a 08 de novembro no hotel Blue Tree Towers Rio Poty, em Teresina (PI), contou com a presença dos conselheiros federais eng. eletric. e de seg. do trab, Inarê Roberto Silva e o eng. civ e de seg. do trab, Ricardo Augusto de Melo, representando o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea).

O evento, que contou com a participação de quase 500 participantes, foi promovido pela Associação Nacional de Engenharia de Segurança do Trabalho (Anest), a Associação Piauiense dos Engenheiros de Segurança do Trabalho (Apiest-PI) e Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Piauí (Crea-PI), com  o apoio do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) e diversas entidades.  O 21º Conest proporcionou debates e reflexões sobre a segurança do trabalho, contando com a participação de nomes reconhecidos nacionalmente.

 

O presidente do Crea-PI,Ulisses FIlho, juntamente com a gerente de Relacionamentos Institucionais, eng. eletric. e de seg. do trab. especialista em Tecnologias Assistivas, Fabyola Resende, e os conselheiros federais eng. civ e de seg. do trab, Ricardo Augusto de Melo e o eng. eletric. e de seg. do trab, Inarê Roberto Silva, no estande do Confea / Crea-PI. (esq/dir)

 

O conselheiro do Confea, eng. civ e de seg. do trab, Ricardo de Melo, elogiou a organização e os debates realizados no 21º Conest e, ressaltou a importância da Engenharia de Segurança do Trabalho para a proteção do trabalhador e a produtividade da empresa. “Temos que fortalecer a Engenharia de Segurança do Trabalho, pois os acidentes de trabalho não diminuem e, se não tivermos essa coesão de estar fortalecendo a fiscalização, mais acidentes ocorrerão podendo gerar prejuízos ou, até mesmo, o fechamento da empresa. Estamos revisando as normas, para que o governo entenda que fortalecer a fiscalização não é criar multas, e sim diminuí-las, com a atuação dos engenheiros nas obras, reduzindo os acidentes. A presença do engenheiro de segurança reduz os acidentes, trazendo menos prejuízo para a própria Previdência Social”, declarou Ricardo de Melo.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support