ONG Engenheiros Sem Fronteiras-Teresina apresenta projeto ao Presidente Ulisses Filho

O Presidente do Crea-PI, Ulisses Filho, recebeu nesta segunda-feira (11), em seu gabinete, a visita do Eng. Civil Marcos Macêdo, idealizador do Núcleo Engenheiros Sem Fronteiras (ESF) – Teresina, e demais organizadores e voluntários do projeto. A reunião teve como finalidade apresentar a ONG internacional, que chegou ao Brasil somente em 2010 com a denominação ESF-Brasil, com o intuito de promover o desenvolvimento humano e sustentável por meio da engenharia.

Os projetos do ESF-Teresina são desenvolvidos e executados por voluntários locais, sendo quase todos alunos de engenharias. Atualmente, são quase 40 voluntários envolvidos com os membros de comunidades, escutando suas reais necessidades e estabelecendo parcerias e metas.

Em Teresina, o projeto teve início com uma ação pontual na residência de um idoso com deficiência física. Na visita, a equipe constatou que a moradia precisava de uma série de adequações em acessibilidade, forro e instalações elétricas. “Recuperamos o forro da casa reutilizando caixas de leite UHT – composto de papelão, alumínio e polietileno, que além de ser um produto de baixo custo, o alumínio tem a propriedade de refletir os raios infravermelhos e as ondas de calor, ou seja, desempenhando o papel de uma manta térmica, que reduz a temperatura de um ambiente em até 10 graus. Esse projeto já foi desenvolvido e executado. No momento, precisamos de recursos para adaptar o banheiro às necessidades do dono da casa devido à mobilidade reduzida”, explicou o idealizador.

Outra pauta da reunião, foi a reforma da casa de acolhimento Manain que cuida de idosos carentes. De acordo com Marcos Macêdo, o abrigo precisa da presença da engenharia. “É necessário reformar as instalações elétricas, iluminação e ventilação. Logo, cabe a engenharia otimizar e corrigir as falhas, para que possamos ajudar esses idosos” reforça.

O Presidente Ulisses Filho ressaltou o apoio ao projeto em futuras ações e a importância da engenharia transformando vidas. Opinião ratificada pelo Eng. Civil Marcos Macêdo. “Somos carentes de projetos como esse, e acredito que com a parceria iremos longe. Esse projeto é uma troca de experiências entre profissionais e estudantes contribuindo para a formação social e sustentável desses universitários”, declarou.

Para maiores informações sobre o tema estão disponíveis no Instagram @esfteresina e no site esf.org.br

 

Integrantes do ESF/Teresina participam de ação de limpeza do Rio Poti
  1. Voluntários com o dono da residência que recebeu a manta térmica.
Além da manta térmica, voluntários doaram uma cesta básica ao proprietário da residência
Confecção dos moldes para a manta térmica

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.