Ação conjunta entre o CREA-PI e órgãos resulta na apreensão de agrotóxicos em Piripiri

 

Na última segunda-feira (29), o CREA-PI participou de uma ação conjunta com Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Piauí (ADAPI) e o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON), para fiscalizar o comércio de agrotóxicos no município de Piripiri. A ação, que fez parte da Operação Caldeirão, resultou em seis termos de fiscalização, duas notificações, uma interdição, um auto de interdição e um auto de infração.

O Chefe do Departamento de Fiscalização, eng.civ Fábio Peixoto, ressaltou que a ação de  fiscalização preventiva e integrada foi com o intuito de auxiliar os agentes dos órgãos, mencionados anteriormente, na identificação de irregularidades nestes estabelecimentos. Também participaram da ação o Assessor da Presidência do Crea-PI, Francisco Lira, e o Agente de Fiscalização  do Crea-PI, Paulo George de Sousa.

De acordo com o Fiscal Estadual Agropecuário da ADAPI, Karlyson Carvalho, a ação teve como objetivo avaliar as condições em que o comércio de agrotóxicos é realizado na região, seguindo as normas da legislação. “Foram feitos vários autos nas lojas e notificações de inequações com relação ao que exige a legislação sobre o depósito de agrotóxicos. Fiscalizamos estabelecimentos comerciais com potencial de revenda, mas sem registro, onde encontramos produtos escondidos em um depósito em cima da loja e em um depósito de materiais”, explicou.

Durante a Operação, os fiscais encontraram uma revenda não autorizada com 25 tipos de produtos escondidos. Foram mais de 172 litros e mais de 20 quilos de agrotóxicos apreendidos. O comércio já é o terceiro autuado por venda irregular de produtos.

 

Vale ressaltar que, segundo Termo assinado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), Joel Kruger, no ano de 2018, é atribuição do Engenheiro Agrônomo a responsabilidade pelo receituário de aplicação de agrotóxicos. Pelo acordo, é delegada a edição de atos normativos no que se refere ao receituário agronômico, para incrementar o gerenciamento de risco no uso de agrotóxicos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support