Manutenção predial é destaque durante Reunião Nacional de Fiscalização

O edifício que, na zona central de Brasília, abriga hóspedes do hotel Mercure e residentes do condomínio Líder recebeu, na manhã desta quarta-feira (18/12), gerentes de fiscalização dos 27 Creas para oficina e vistoria nos equipamentos de manutenção. A visita fez parte da programação da 1ª Reunião Nacional de Fiscalização, realizada durante esta semana na sede do Confea.

O segundo dia do evento iniciou com apresentação do engenheiro eletricista Leonardo Rezende, coordenador de Engenharia da H2F, empresa responsável pela manutenção do prédio do hotel Mercure Brasília Líder. “Hotel e hospital são estabelecimentos que não param. Que horas se faz a manutenção nesses lugares? É diferente do Confea, que funciona em horário comercial. Cada prédio tem sua particularidade”, comentou, antes de listar as principais dificuldades da atividade. “As pessoas confundem manutenção com ronda, ou pensam que manutenção é só limpeza”, comentou. Ele também lamenta a falta de cultura de manutenção nos estabelecimentos.

Participantes conhecem Plano de Manutenção Operação e Controle (PMOC) do prédio

Após sua apresentação, Rezende dividiu os presentes em quatro grupos, que, orientados por engenheiros da H2F, se revezaram na visita de quatro pontos do edifício. Na sala de manutenção, os participantes viram os painéis que registram dados de eficiência energética (como uso de água e energia) e as rotinas de planejamento de manutenção predial. Os painéis são padrão e exigência do Grupo Accor. Também na sala de manutenção, os fiscais dos Creas tiveram acesso à documentação do Plano de Manutenção Operação e Controle (PMOC) do prédio.

Edifício possui cinco casas de máquinas

A visita contemplou, ainda, o sistema de aquecimento e refrigeração do hotel (há cinco casas de máquinas espalhadas pelo prédio); o gerador de energia (ativado dez segundos após queda de energia, atendendo áreas comuns e elevadores); e a sala da Companhia Energética de Brasília, onde ficam os quatros de luz.

Luiz Antonio Rossafa é chefe de Gabinete do Confea

 

O intuito da visita ao hotel, de acordo com o chefe de Gabinete do Confea, Luiz Antonio Rossafa, além de promoção de debates, foi de colher subsídios dos funcionários dos Conselhos Regionais para que o Federal produza uma nota técnica que sirva de diretriz de fiscalização, a ser debatida na próxima Reunião Nacional de Fiscalização. “A ideia é criar um modo de fazer fiscalização com a abrangência necessária para proteger a sociedade”, disse, depois de contextualizar sobre como o acidente na barragem de Brumadinho provocou o Sistema Confea/Crea a pensar uma fiscalização que fosse além da ART, e resultou na Decisão Plenária nº 250/2019, sobre diretrizes para fiscalização de barragens. “Foi um primeiro ensaio, mas ainda é um normativo distante da realidade do dia a dia do fiscal. De qualquer forma, essa ação mostrou que o Confea pode ser um agente de unificação”, disse Rossafa, que já foi conselheiro federal e presidente do Crea-PR.

Assessor do Confea, Renato Muzzolon

O assessor da Presidência do Confea Renato Muzzolon reforçou o interesse do Confea em colher subsídios das equipes de fiscalização dos Creas. “Precisamos conhecer as dificuldades de vocês e injetar inovação para superar os gargalos. Temos muito progresso pela frente. A opinião de vocês é muito importante para que evoluamos”, disse, ao encerrar os trabalhos da manhã.

 

O prédio

Com área total de 24,3 mil m2, o edifício Mercure Brasília Hotel possui 330 quartos – que hospedam visitantes e residentes da capital federal. A administração do edifício conta com 18 engenheiros em sua equipe de manutenção predial, fiscalização de obras e sistema de ar-condicionado, entre contratados diretos e terceirizados. “O hotel tem a preocupação de trabalhar com os profissionais adequados e seguir a legislação. Entendemos a necessidade de ter um profissional registrado no Crea, com conhecimento técnico e que nos garanta segurança no aconselhamento”, afirma o síndico do edifício, Alberto de Paula.

Formado em administração de empresas, Alberto de Paula é síndico do prédio do Mercure Brasília
Líder 

Formado em Administração, De Paula se define como um entusiasta da manutenção preventiva e da sustentabilidade. “Estou muito grato por recepcionar o Confea neste momento importante, dedicado ao aprimoramento da atividade de fiscalização conduzida pelos Creas no Brasil. É importante você buscar uma forma sistemática, organizada e padronizada para nortear o segmento hoteleiro a se adequar à legislação mais moderna e eficiente”, comenta.

 

De acordo com De Paula, a equipe faz reuniões diárias com os engenheiros e trabalha na criação de um livro de manutenção, elaborado com um software de modelagem em 3D, que utiliza tecnologia BIM (Building Information Modeling). “Esse trabalho integra profissionais da Civil, da Elétrica e da Mecânica”. O administrador avalia que o segmento da hotelaria está ficando cada vez mais sofisticado, que o nível de exigência dos hóspedes, usuários e moradores é cada vez maior, e que o nível de transparência demandado, em função das redes sociais, também é alto – sendo a ART um instrumento importante na garantia da institucionalidade da segurança do prédio. “Com profissional registrado no quadro, temos uma gestão profissionalizada, um aprimoramento mais rápido, com rápido retorno também. Urgências e inovação fazem parte da rotina de um hotel, que não pode parar. Precisamos, então, ter engenheiros que estejam preocupados com a eficiência e a confiabilidade dos serviços. Quando se nivela por baixo, não contratando um engenheiro, você coloca seu empreendimento em risco”, pontua.

Hélio Heitor Machado dirige a H2F, empresa de manutenção do hotel

Diretor da empresa de manutenção do hotel, H2F, o eng. civ. Hélio Heitor Machado falou sobre a parceria da empresa com a agência júnior da Universidade de Brasília (UnB), como forma de manter a inovação, a evolução e a excelência. “Aqui no Mercure trabalhamos desde abril de 2019 com inovação no sistema de medição de água e energia em tempo real, utilizando a tecnologia das coisas. Assim as decisões podem ser tomadas com mais rapidez e precisão. Acreditamos na bandeira da manutenção preventiva executada por profissionais da engenharia e com tecnologia”.

 

Beatriz Craveiro e Julianna Curado
Equipe de Comunicação do Confea
Fotos: Marck Castro e Julianna Curado/Confea

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support