Representantes do Crea-PI e Aspenp participam de audiência para implantação de hidrantes em Picos

 

O Presidente do Crea-PI, Ulisses Filho, juntamente com o Conselheiro deste Regional, Eng. Civ. Antônio Moura Fé; o Inspetor-Chefe de Picos, Eng. Civ. Francisco das Chagas “Chaguinha”  e o Presidente da Associação Profissional dos Engenheiros de Picos (Aspenp), Eng. Civ. Edêniton Barros, participaram de audiência com o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros do Piauí, Coronel.Carlos Frederico, e com o Presidente da Agespisa, Genival Carvalho, para tratar da implantação de 12 hidrantes públicos no município de Picos que serão dispostos nos seguintes bairros: Centro, Canto da Várzea, Bomba, Aerolândia, Ipueiras, Boa Sorte, Bairro Junco, Cohab e Pantanal.

Sobre a proposta da implantação dos hidrantes, que foram provocadas pela  Inspetoria do Crea-PI  de Picos e a ASPENP, o Presidente do Crea-PI, Ulisses Filho, ressaltou a boa perspectiva da inserção dos hidrantes. “Entregamos a proposta para o Corpo de Bombeiros e a Agespisa, sendo bem recebida pelas duas instituições. Acreditamos que a implantação será viabilizada”, declarou.

 

A audiência foi marcada após requerimento da Inspetoria do Crea-PI e da ASPENP, junto à Câmara de Vereadores de Picos. Segundo o Inspetor-Chefe, Eng. Civ. Francisco das Chagas “Chaguinha”, que também é vereador, as partes envolvidas nas reuniões foram favoráveis à implantação e o plano é que seja realizado até o final deste ano. “Estamos convictos de que o esforço feito pelo Crea-PI foi importante no sentido de viabilizar essas audiências e sensibilizar os gestores das nossas necessidades e, com isso, vamos esperar a concretização do desejo da população picoense”, afirmou.

 

De acordo com o Presidente da ASPENP, Edêniton Barros, existem somente um hidrante público na cidade, o que aumenta a probabilidade de mortes em caso de incêndios. Segundo levantamento, seriam necessários 12 hidrantes no município. “Não podemos admitir nossa cidade com poucos hidrantes públicos. Vamos colocá-los em pontos estratégicos para sanar possíveis fatalidades”, explicou. O Conselheiro Moura Fé compartilha da mesma opinião e destacou que a reivindicação é justa. “Picos merece e precisa da instalação desses hidrantes, pois quando ocorre algum incêndio a cidade fica vulnerável e o Corpo de bombeiros não tem apoio para combater os incêndios”, disse.

 

 

O Comandante Geral do Corpo de Bombeiros do Piauí, Coronel.Carlos Frederico, frisou a importância da ação em virtude do valor estratégico e humano. “Fiquei muito otimista com o que conversamos e a possibilidade de até o final do ano termos um avanço significativo na questão de prevenção para os munícipes de Picos. O Crea-PI é uma autarquia respeitada e aliada ao Corpo de Bombeiros, tenho certeza que faremos ações importantes para o estado”, afirmou.

 

 

 

Já o Presidente da Agespisa, Genival Carvalho afirmou que a instituição irá colabor para a implantação dos hidrantes. ” Iremos contribuir com essa ação para que possamos melhorar a qualidade de vida das pessoas e iremos atender o pleito com maior brevidade possível”, afirmou.

 

 

 

 

CONFIRA ALGUMAS FOTOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support