Representantes do Crea-PI e Aspenp participam de audiência para implantação de hidrantes em Picos

 

O Presidente do Crea-PI, Ulisses Filho, juntamente com o Conselheiro deste Regional, Eng. Civ. Antônio Moura Fé; o Inspetor-Chefe de Picos, Eng. Civ. Francisco das Chagas “Chaguinha”  e o Presidente da Associação Profissional dos Engenheiros de Picos (Aspenp), Eng. Civ. Edêniton Barros, participaram de audiência com o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros do Piauí, Coronel.Carlos Frederico, e com o Presidente da Agespisa, Genival Carvalho, para tratar da implantação de 12 hidrantes públicos no município de Picos que serão dispostos nos seguintes bairros: Centro, Canto da Várzea, Bomba, Aerolândia, Ipueiras, Boa Sorte, Bairro Junco, Cohab e Pantanal.

Sobre a proposta da implantação dos hidrantes, que foram provocadas pela  Inspetoria do Crea-PI  de Picos e a ASPENP, o Presidente do Crea-PI, Ulisses Filho, ressaltou a boa perspectiva da inserção dos hidrantes. “Entregamos a proposta para o Corpo de Bombeiros e a Agespisa, sendo bem recebida pelas duas instituições. Acreditamos que a implantação será viabilizada”, declarou.

 

A audiência foi marcada após requerimento da Inspetoria do Crea-PI e da ASPENP, junto à Câmara de Vereadores de Picos. Segundo o Inspetor-Chefe, Eng. Civ. Francisco das Chagas “Chaguinha”, que também é vereador, as partes envolvidas nas reuniões foram favoráveis à implantação e o plano é que seja realizado até o final deste ano. “Estamos convictos de que o esforço feito pelo Crea-PI foi importante no sentido de viabilizar essas audiências e sensibilizar os gestores das nossas necessidades e, com isso, vamos esperar a concretização do desejo da população picoense”, afirmou.

 

De acordo com o Presidente da ASPENP, Edêniton Barros, existem somente um hidrante público na cidade, o que aumenta a probabilidade de mortes em caso de incêndios. Segundo levantamento, seriam necessários 12 hidrantes no município. “Não podemos admitir nossa cidade com poucos hidrantes públicos. Vamos colocá-los em pontos estratégicos para sanar possíveis fatalidades”, explicou. O Conselheiro Moura Fé compartilha da mesma opinião e destacou que a reivindicação é justa. “Picos merece e precisa da instalação desses hidrantes, pois quando ocorre algum incêndio a cidade fica vulnerável e o Corpo de bombeiros não tem apoio para combater os incêndios”, disse.

 

 

O Comandante Geral do Corpo de Bombeiros do Piauí, Coronel.Carlos Frederico, frisou a importância da ação em virtude do valor estratégico e humano. “Fiquei muito otimista com o que conversamos e a possibilidade de até o final do ano termos um avanço significativo na questão de prevenção para os munícipes de Picos. O Crea-PI é uma autarquia respeitada e aliada ao Corpo de Bombeiros, tenho certeza que faremos ações importantes para o estado”, afirmou.

 

 

 

Já o Presidente da Agespisa, Genival Carvalho afirmou que a instituição irá colabor para a implantação dos hidrantes. ” Iremos contribuir com essa ação para que possamos melhorar a qualidade de vida das pessoas e iremos atender o pleito com maior brevidade possível”, afirmou.

 

 

 

 

CONFIRA ALGUMAS FOTOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.