Ulisses Filho - Nº 33

Para Presidente do CREA-PIAUÍ


PROGRAMA DE TRABALHO SINTÉTICO

RUMO À MODERNIDADE, COM ÉTICA E VALORIZAÇÃO, DE OLHO NO FUTURO.

  1. Criar a Comissão de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação.
  2. Fortalecer os programas Jovem Engenheiro e Conversando com o Presidente.
  3. Fomentar a difusão de conceitos e procedimentos tecnológicos tais como: Inteligência Artificial, Redes Neurais, BIM, Internet das Coisas, LoRa, , Agricultura de Precisão, VANTs, Smart Cities e etc.
  4. Implantar os escritórios compartilhados (Sala do Profissional) em todas as inspetorias.
  5. Fazer gestão, junto ao Confea, para implantação da anuidade progressiva aos profissionais que se registrarem no Crea-PI pela primeira vez, bem como para suas empresas de engenharia;
  6. Apoiar as ações do programa CreaJr (palestras; cursos; seminários, feiras e etc) e interiorizar, estimulando a criação de novos núcleos.

GOVERNANÇA

  1. Implantar conceitos e procedimentos de Inteligência Artificial na gestão do Crea-PI.
  2. Intensificar o processo de modernização e desburocratização do Crea-PI, com foco na excelência.
  3. Criar a Gerência de Apoio às Inspetorias.
  4. Implantar o planejamento e a gestão estratégica, com a participação dos profissionais;
  5. Fortalecer e estruturar: o Plenário, Diretoria, Câmaras e Comissões, com foco em TI e na eficiência.
  6. Criar plataforma para realização de videoconferências, transmissões ao vivo e produção de vídeo.

VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL:

  1. Aumentar o desconto para 90% na anuidade do profissional que tem empresa individual.
  2. Apoiar as manifestações dos profissionais, por melhoria salarial e de condições de trabalho.
  3. Valorizar a lei do Piso Salarial e apoiar as entidades de classe e sindical, para seu cumprimento.
  4. Realizar cursos, seminários, feiras, congressos e encontros de profissionais.
  5. Desenvolver políticas e programas, visando o fortalecimento das entidades de classe e sindical.
  6. Fortalecer e interiorizar o Programa Mulheres no Crea-PI.

FISCALIZAÇÃO:

  1. Aprimorar a fiscalização com foco na atividade, sempre buscando ações preventivas e educativas;
  2. Intensificar as ações de fiscalização preventiva em parceiras com outros órgãos fiscalizadores.
  3. Modernizar as ações de fiscalização, com adoção de ferramentas digitais tais como: Geoprocessamento, tablet, drone e etc.
  4. Elaborar, com participação dos profissionais, o Plano de Fiscalização das atividades profissionais.
  5. Ações de fiscalização, atendendo todas as atividades da engenharia, agronomia e geociências.
  6. Fazer campanhas de preenchimento da ART.

DIÁLOGOS E EMPREENDEDORISMO

  1. Criar o Programa Quinta-feira no CREA, com foco em Cenários de Desenvolvimento.
  2. Estimular diálogos do Crea-PI, com sociedade e profissionais.
  3. Criar espaços de discussão sobre abertura de novos cursos, vinculados ao Sistema Confea/Crea e Mútua;
  4. Viabilizar o Fórum das Entidades de Ensino da Engenharia, Agronomia e Geociências;
  5. Fomentar o empreendedorismo e a inovação tecnológica.
  6. Informatizar todos os serviços do Crea-PI.

CURRÍCULO VITAE

Nome: Raimundo Ulisses de Oliveira Filho

Natural de Floriano - PI

Formação – Engenheiro Agrônomo

Trabalha na Prefeitura de Teresina.

Perito Judicial

Especialista em Geoprocessamento

FUNÇÕES ELETIVAS EXERCIDAS NO SISTEMA CONFEA/CREA E MÚTUA

  1. Conselheiro Federal do CONFEA;
  2. Diretor do CONFEA;
  3. Coordenador Nacional das Câmaras Especializadas de Agronomia do Sistema CONFEA/CREA.;
  4. Conselheiro Regional do CREA-PI;
  5. Diretor Geral da MUTUA-PI;
  6. Presidente do CREA-PI licenciado.

ATIVIDADES PROFISSIONAIS EXERCIDAS.

  1. Sub- Secretario de Agricultura da Prefeitura de Teresina;
  2. Secretário de Agricultura da Prefeitura de Timon;
  3. Chefe do Escritório Regional de Teresina do EMATER;
  4. Membro da equipe que elaborou o Plano de instalação da CODEVASF no Piauí - PLANAP.;
  5. Membro da equipe que elaborou a Agenda 2030 da cidade de Teresina.;
  6. Membro da Comissão Nacional de Proteção de Cultivares do Ministério da Agricultura (lei das patentes);
  7. Chefe de Gabinete da Superintendência de Desenvolvimento Urbano Centro Norte de Teresina.

FUNÇÕES ELETIVAS EXERCIDAS NAS ENTIDADES DE CLASSE.

  1. Presidente do IPIAPE/PI;
  2. Diretor da AEAPI